Relatório das Expedições

Imprimir

Serra do Funil

Expedição: Serra do Funil

Introdução

Foram três dias acampados (17 a 19 de julho de 2014), tendo uma prévia expedição de reconhecimento em 02 de julho de 2014. Foram levados cerca de 400 kg de equipamentos e mantimentos para manutenção durante os três dias.

O Que Foi Realizado

Coleta de material biológico para estudo de Impacto Ambiental, através do estudo de bioindicadores que qualidade. Foram realizadas coletas de artrópodes, com uso de armadilha de solo (Pitfall), uso de armadilha do tipo sardinha. Foi realizado também o teste da armadilha luminosa com LED. Foram fotografadas as paisagens, plantas, animais, fungos e paisagem, visando a avaliação da paisagem através de fotos temporais e periódicas.

Acampamento

O acampamento foi  montado nas coordenadas 21º5923.9" S; 43º5314.1"O aos 1039 m de altitude, consistindo em duas barracas e uma tenda para recepção e triagem do material.

Trilhas

A trilhas de acesso aos locais de estudos estão em estado de conservação satisfatório, ou seja, sem dificuldade para transitação, entretanto, após uma chuva, que ao que pareceu, muito forte a trilha de acesso a cachoeira entra num processo redução de acessibilidade, uma vez que a trilha está prejudicada devido ao arraste de material e consequente formação de sulcos de até 80 cm de profundidade, desde a expedição de reconhecimento.

Atividades Científicas

Foram implantados dois experimentos para coleta de formigas e grilos. O primeiro apenas para coleta de formigas, trata-se da isca como sardinha e mel.  O segundo, com armadilhas de impato do tipo pitfall. Ambos experimentos foram realizados em quatro locais diferentes, sendo carracterizados da seguinte forma:

  1. Local com bastate rocha e solo arenoso como vegetação do tipo campo de altitude (22º0015.0" S; 43º5158.1"O, 972 m alt.);
  2. Pasto, local com vegetação típica de pastoreio (21º5925.2" S; 43º5324.0"O, 1009 m alt.);
  3. Local com vegetação típica de campo de altitude, solo arenoso, mas sem expressiva presença de rochas (21º5923.9" S; 43º5314.1"O; 1039m alt.); e
  4. Mata atlântica como presença significativa de serrapilheira (21º5924.5" S; 43º5325.0"O, 1000 m alt.).

As armadilhas luminosas foram instaladas próximo ao acampamento, mas não houve coleta satisfatória de material, sendo que estas não serão mais usadas em futuros levantamentos, assim como as armadilhas de mel e sardinha, devido a baixa eficiência.

Registros Fotográficos

Foram realizados registros fotográficos em cada local de coleta e em locais ao redor destes, para permitir caracterização temporal e espacial, entre as diversas coletas a serem realizadas.

Considerações Finais

Com a prévia de coleta do material, foi verificado que há potencial para realização de experimentos científicos no local. O material fotográfico está sendo caracterizado como ponto inicial para o comparativo do estdo de conservação e preservação do local, principalmente da Cachoeira Vermelha. 

Como citar este Relatório:
Expedição Científica, 2014. Serra do Funil. Disponível em: <www.expedicaocientifica.com.br>. Acessado em: 17/8/2017.

Este relatório foi extraído do site Expedição Científica
Todos os direitos reservados.